• Português
  • English
logo
  • Marque uma consulta
    (31) 3141 4294
  • Tire suas dúvidas
    (31) 9 8428 7983
  • Cirurgia pós-gastroplastia: o que fazer depois da redução de estômago?

    Cirurgia pós-gastroplastia: o que fazer depois da redução de estômago?

    Plástica pós-redução de estômago ou cirurgia pós-gastroplastia é a correção da pele redundante ou excesso cutâneo depois de um processo de emagrecimento excessivo.

    Geralmente está indicada quando houve uma grande perda de peso, e as alterações cutâneas de perda de sustentação e ou elasticidade permitem uma queda brusca de um ou mais seguimentos corporais.

    A correção de cada área fornece um nome específico para correção:

    1)braços – braquioplastia ou dermolipectomia em braços;

    2)coxas – cruroplastia ou dermolipectomia em coxas;

    3)dorso – torsoplastia ou dermolipectomia em dorso e flancos;

    4)abdome – abdominoplastia ou dermolipectomia abdominal em âncora.

    A correção de Ginecomastia (correção do aumento em mamas masculinas; vide Cirurgia Plástica Masculina) e a Gluteoplastia (elevação de nádegas; vide Cirurgia Plástica Feminina) também constituem em opções de tratamento cirúrgico pós obesidade.

    Precauções da Cirurgia pós-gastroplastia

    É sempre preciso consultar um médico antes de realizar a cirurgia pós-gastroplastia e tomar cuidado com questões de reganho de peso, atividades físicas e da própria saúde mental do(a) paciente. A operação pode ser realizada com cerca de 1 a 1, 5 depois da redução de estômago.

    A cirurgia pode envolver diversos procedimentos, desde uma simples lipoaspiração à remodelagem do corpo da paciente

    Este conteúdo é apenas para fins informativos. Não se destina a representar técnica cirúrgica real ou resultados. A informação não se destina a ser um substituto para a consulta médica profissional, diagnóstico, tratamento ou cuidado de pós-operatório. Procure sempre o aconselhamento de um profissional médico capacitado e Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP).